Que a primavera não te tire o sonho

Que a primavera não te tire o sonho

Que é a astenia primaveril e quais são os seus efeitos?

A astenia primaveril é uma apatia que se produz durante o início da primavera. Nos meses de março e abril muitas pessoas se sentem especialmente cansadas, irritáveis e inclusive com dificuldades de conciliar o sonho, chegando a afetar ao 15% da população. A comunidade médica não termina de pôr-se de acordo em se este transtorno precisa de algum tipo de tratamento ou não, já que tem uma duração limitada.

“Dura entre 10 ou 20 dias, depende da pessoa, embora em nenhum caso deve ser um mês. Se se produz uma situação assim já estaríamos falando de um problema maior como pode ser anemia, então sim teríamos que ir ao médico ”, aponta o especialista Alberto Sacristán, membro do Grupo de Nutrição e Alimentação da Sociedade Espanhola de Medicina Familiar e Comunitária.

Em Pikolin nos preocupa a saúde do vosso descanso, por isso queremos falar deste transtorno, dos seus sintomas e de como combater-los.

  • A mudança de hora é o principal culpado destes efeitos. “O nosso corpo precisa de um período de adaptação aos novos horários e ao aumento de horas de luz solar, enquanto este não se produz nos sentimos mais cansados”, adverte o doutor Alberto Sacristán.
  • Durante estes meses o cansaço não é o único sintoma que podemos sentir, uma vez que muitas vezes vem acompanhado de fadiga muscular, falta de apetite, dor de cabeça, tristeza inexplicável, desmotivação e até diminuição do desejo sexual.
  • O aumento de luz e os ascenso das temperaturas faz que nos resulte mais complicado conciliar o sonho, pelo que descansaremos menos horas. Isto afeta ao nosso sonho ocasionando-nos certo mal estar geral.
  • Ao não conseguir um descanso ótimo, se pode desencadear sonolência diurna, dificuldade na concentração, nervosismo e irritabilidade.

Os sintomas da astenia primaveril têm uma duração de ao redor de duas semanas, que é o tempo que lhe custa adaptar-se o nosso corpo ao seu novo horário.

Cansancio en primavera

Conselhos para combater a astenia primaveril

  1. Rotina horária. É fundamental continuar uns horários fixos quanto a descanso e alimentação, as rotinas ajudarão ao nosso corpo no momento de conciliar o sonho.
  2. Comida e hidratação suficiente. É importante fazer cinco comidas ao dia para que o corpo não sofra hipoglicemias que também afetam ao ânimo e o conforto. Além disso, devemos estar bem hidratado, em caso contrário pode afetar ao estado geral da nossa saúde.
  3. Descanso ótimo. É preciso tentar dormir umas 8 horas diárias para combater a falta de descanso e o cansaço. Para isso, não é recomendável consultar ecrãs na hora prévia a dormir nem ver a tevê no dormitório, continuar uma regularidade na hora de ir-se à cama e procurar que o quarto esteja a uma temperatura adequada, ao redor de 20ºC, ajudarão a conseguir-lo.
  4. Exercício moderado. Praticar exercício moderado com regularidade estimula a produção de endorfinas e aumenta o tom vital, isso se, deve de ser realizado pelo menos 3 horas antes de deitar-se.
  5. Atividades prazenteiras. Frente à desmotivação, combina realizar atividades prazenteiras tratar de superar a sensação de cansaço. É um modo de combater a tristeza primaveril.
  6. Evitar remédios. Se a pessoa está corretamente alimentada, não deveria precisar de suplementos nutricionais para superar a astenia primaveril. É preciso vigiar o excesso de vitaminas, pelo que antes de tomar este tipo de produtos se recomenda consultar-lo com o médico.
  7. Ser paciente. A astenia primaveril é passageira, por isso embora os seus sintomas sejam muito molestos, se deve ser paciente pois nuns poucos dias o organismo se terá adaptado à nova situação.

Classifique este artigo: