Qual é o período de adaptação a uns colchões?

Qual é o período de adaptação a uns colchões?

Como afeta ao nosso descanso mudar de cama

Mudar os colchões é uma tarefa que nos acostuma custar uma vez que deixamos de pensar nos colchões depois da sua compra. Os especialistas em higiene do sonho recomendam fazer a mudança cada 8 ou 10 anos uma vez que após este tempo os colchões perde as suas condições de higiene e conforto, deixando de cumprir a sua missão principal: proporcionar um descanso saudável.

Quando planeamos mudar, já levaremos uma meia de 11 anos dormindo nos mesmos colchões, isso significa que nos temos ido habituando de maneira muito progressiva à sua “incomodidade” por isso às vezes o passo de uma cama velha a uma nova gera sensações diferentes. O nosso corpo se tem habituado a descansar numa superfície e quando pomos outra nova e que proporciona o suporte adequado para a nossa coluna, nos pode custar conciliar um bom descanso algum tempo.

Uma das grandes dúvidas é, estou disposto a investir num produto de qualidade, mas…   E se compro um que não me serve? E se não me adapto a ele? E se começo a dormir pior? Estes são os principais temores que surgem à hora de tomar a decisão.

A chave é ter claro que esses colchões é o mais adequado para nós. Com isto temos assegurado o 99% da nossa decisão,   por que? Sempre dizemos que não existe uns colchões ideal, que cada pessoa tem umas necessidades e que é vital deixar-se assessorar por um especialista para que eles sejam os que nos deem a segurança.

Neste post podes ver nossas recomendações sobre o que é necessário perguntar-se antes de comprar uns colchões. Vos recomendamos a leitura, vos ajudará neste processo.

Uma vez que temos claro que encaixa melhor com as nossas necessidades, é uma questão de provar.

Mas voltemos ao período de adaptação. Receber os nossos colchões novos é um momento que se vive com vontades e ilusão. Por fim!

Como dissemos, o nosso corpo se tem habituado a uns colchões que já não era válido, portanto é normal notar sensações algo raras no início, a maior parte das pessoas dormirá perfeitamente outros experimentarão esta sensação os primeiros dias ou semanas. Às vezes nos custa encontrar a comodidade idônea, de manhã podemos sentir-nos algo molestos, em concreto, a zona das lombares. No entanto, em caso de suceder, as moléstias não demorarão em remeter e pouco a pouco o seu corpo se habituará aos novos colchões. No entanto, se não é assim, é possível que a sua eleição não tenha sido a mais adequada, por isso como mencionámos anteriormente, é fundamental deixar-se assessorar e estudar todos os fatores do seu descanso à hora de escolher a sua equipa de descanso.

adaptación a un colchón

A necessidade de um período de adaptabilidade

É comum ver na internet  queixas de usuários sobre colchões quando apenas tem uns dias de uso. É então quando acham que a eleição não foi a correta e, no entanto, é possível que não tenham deixado acontecer um tempo mínimo de uso e adaptabilidade ao mesmo. Noutras ocasiões fatores alheios aos colchões, como situações pessoais, dores posturais pontuais…podem chegar a confundir.

Não existe um período de adaptação fixa, uma vez que para isso influem muitos fatores. Em primeiro lugar devemos ter em conta o estado da equipa de descanso anterior. É provável que o nosso corpo se tivesse habituado à curvatura de uns colchões afundados, agora as suas costas voltará a descansar no lugar que lhe corresponde. Também dependerá dos materiais, não é o mesmo mudar de colchão de cais a outro similar, que a um de viscoelástica.

Por último, não esqueçamos escolher um produto com garantia de qualidade. Para isso pronta muita atenção à certificação dos materiais, o teste de durabilidade, mas insistimos, todo este vale de pouco se os colchões não é o mais adequado para nós.

Em Pikolin buscamos que todo o mundo tenha o melhor descanso e se adapte o mais rápido possível à sua nova cama. Por isso, contamos com uma amplia variedade de colchões que se adecuan às necessidades de cada pessoa.